Vereador Sérgio Larissa: “Vamos ver quem realmente são os ladrões do HRAM”

O vereador Sérgio Larissa (PSD) usou o pequeno expediente na sessão ordinária da Câmara Municipal de Estância, nesta quarta-feira, 22, quando apresentou o Requerimento Nº 29/2019, no qual pede a presença dos dois interventores do Hospital Regional Amparo de Maria (HRAM) – José Magno e Joaldo dos Santos – para que  possam dar esclarecimentos sobre a situação financeira, atrasos salariais dos funcionários, entre outros assuntos correlatos.

O parlamentar defende a instauração de uma CPI com a participação do Ministério Público, do Tribunal de Contas/SE, para saber quem meteu a mão no dinheiro, quem são os culpados pela situação daquela Casa de beneficência.

“Uma CPI para saber, realmente, quem são os culpados, saber dos desvios; quem sofre é a população com a situação em que se encontra! Vamos instaurar essa CPI, pois a sociedade quer saber o que aconteceu para que o HRAM esteja nessa situação”, disse Sérgio.

“É fácil dizer que a culpa é de Zé Magno, é de Joaldo, é do governo; é preciso saber de quem é a culpa. O HRAM tem uma dívida que supera os cem milhões de  reais. Vamos pedir que o Tribunal de Contas faça uma auditoria, pois  ali tem dinheiro do Estado, do Município. Quem enriqueceu com o dinheiro do hospital”, inquiriu o parlamentar.

Ao justificarem o requerimento, os vereadores Cristóvão Freire (PSB) e Misael Dantas (PSC), líder do prefeito, orientaram que o Requerimento fosse robustecido com o convite, também, aos diretores financeiros do Estado e do Município. Diante da sugestão o proponente pediu que a matéria fosse retirada.  O requerimento será refeito e apresentado em  próximo evento da Casa.

 

Ascom CME

Genílson Máximo