Vereador Sandro de Bibi leva à Câmara Associações que clamam por segurança

Luiz Fasanella/Abaís

A onda de assaltos que campeia nos bairros e zona rural de Estância foi tema da sessão ordinária de terça-feira, 29; preocupado com o clamor da população, o vereador Sandro de Bibi (PRB) apresentou um requerimento que levou cerca de 25 presidentes de associações de bairros e povoados a lotarem as galerias do Palácio Prefeito Pascoal Nabuco, sede da Câmara de Vereadores de Estância.

O escopo da propositura tinha como fito ouvir a presidente da *UNAME, Maria do Farnaval, para expor ao Plenário a situação de medo e de terror que campeia nas comunidades estancianas.

– Há muitas pessoas agindo com violência nas comunidades, praticando assaltos, com ameaças de morte, assustando trabalhadores, famílias. A zona rural já foi um lugar tranquilo para se viver, hoje as pessoas vivem numa prisão – relatou Maria do Farnaval.  Em seu escólio, lembrou que o seu pai foi vítima de um assalto em que veio a perder a vida.

Nixon/CJ.  Albano Franco

Os presidentes do Conjunto Albano Franco, Nixon e do Povoado Abais, Luiz Fasanella, também explanaram acerca do tema em tela: assassinatos, assaltos, arrombamentos de casas, presença das polícias e Guarda Municipal em rondas frequentes nortearam as explanações feitas na tarde. “Nós estamos de forma coletiva pedindo o apoio desta Casa”, disse Nixon.

O vereador proponente do requerimento, Sandro de Bibi, salientou que no Bairro Cidade Nova (maior que 25 municípios sergipanos) e nos povoados a presença da segurança pública é quase zero.

No centro da cidade são vistas viaturas nas portas dos bancos, a salvação de Estância é o GETAM e a Guarda Municipal. A polícia deve estar nos bairros, na zona rural. Se os bancos quiserem segurança que contratem o serviço – reclamou Sandro.

A presidente Maria do Farnaval leu carta aberta na qual a UNAME elenca sugestões à SSP/SE de repressão à violência no município.

Maria do Farnaval/pres. da UNAME

“Eu acho que essa reivindicação da UNAME à SSP/SE pode ser encaminhada por meio de requerimento desta Casa, assinada por todos os vereadores”, externou André.

O presidente André Graça lembrou que esteve juntamente com Filadelfo Alexandre, dias atrás, com o secretário João Eloy. “Pedimos o melhoramento da segurança pública aqui de Estância, ele nos atendeu, foram feitas algumas alterações no 6º BPM, veio o GETAM, fruto da nossa visita. Precisa melhorar, sim, mas, temos que reconhecer os esforços das polícias Militar e Civil na luta de combate ao crime. Todos os dias eu recebo informações enviadas pelo delegado sobre prisões feitas em Estância”, concluiu André Graça.

A sessão foi marcada pela presença de muitos representantes de associações: Valquíria, da Muculanduba; Nixon, do Albano Franco; Luiz Fasanella, do Abaís; Marleide, da Riboleirinha; Ivonete, das Mangabeiras; Fernanda, da Praia do Saco; Edmilson, do Porto do Mato; Big Nézio, do Recanto Verde; Iraê, da Curimã; Valdomiro, do Tibúrcio; Moacir, da Dizilena; Henrique, da Colônia Vertente; Renato, do Taquary; Dos Passos, da Colônia Entre Rios; Djalma, da Massadiço; Isabel, da Curuanha; Ângela, da Miranguinha; Marcone, do Carmo do Prado Leite; Edvan, do Riachão do Teté; Rodrigo, do Caio Prado; Branco do Mato Grasso.

Deslize o contador de tempo do Youtube até 1:09: 56 e assista ao vídeo da explanação feita.

https://www.youtube.com/watch?v=0BeI62-W8js

*UNAME – União das Associações de Moradores de Estância