Vereador Edivaldo da Praia cobra do Estado segurança para a região da praia

Moradores da região praiana de Estância têm reclamado da ausência de policiamento no local o que tem favorecido a ação delituosa de marginais na prática de arrombamentos, furtos, assaltos, entre outras ações.

Preocupado com isso, o vereador Edivaldo da Praia (SD), no pequeno expediente da sessão de terça-feira, 16, cobrou do governo do Estado uma ação que possa por freio no que vem ocorrendo na citada região.

– No último final de semana um casal que se deslocava para a praia teve o veículo interceptado por marginais fortemente armados e tomaram de assalto o veículo, isso em plena luz do dia. Como se trata de segurança pública, pedimos ao governador Belivaldo Chagas que veja o que pode ser feito para dar mais tranquilidade às pessoas que visitam o litoral e, também, aos nativos. Tenho sido muito cobrado por ser o vereador daquela região – grifou.

Outra problemática abordada na dissertação do tribuno é a falta de iluminação na ponte que interliga Terra Caída ao Porto dos Cavalos. “Há cerca de quatro meses a ponte se encontra completamente às escuras, isso tem motivado a prática de assaltos naquela localidade. A gente pede que o Estado olhe mais para o município de Estância”, cobrou.

De acordo com Edivaldo da Praia, a população do Porto do Mato, Abais e Riboleirinha está sofrendo muito com a violência e a onda de assaltos na localidade.

Os vereadores Tito Magno (PSB), Dode (SD), Cristóvão Freire (PSB) e Sandro Barreto Gomes (PRB), enfatizaram a necessidade de uma ação policial constante na região litorânea, como também, a implantação de um Posto Policial na região. O vereador Dode sugeriu a formação de uma comissão para conversar com o governador no sentido de sensibilizá-lo quanto à problemática ora em discussão.

Ascom CME