Vereador Artur Oliveira pede que PROCOM fiscalize os preços abusivos dos insumos de enfrentamento ao coronavírus

O vereador petista, Artur Oliveira, na sessão ordinária dessa terça-feira, 17, cobrou que a Prefeitura de Estância, através do seu órgão competente (PROCOM), fiscalize algumas lojas e farmácias que estão se aproveitando do momento, da chamada pandemia,  para praticarem a majoração de preços de insumos de enfrentamento ao coronavírus, tais como máscaras e álcool gel.

  – A Prefeitura de Estância, através do seu órgão competente tem que tomar providências porque a coisa não está brincadeira com determinados comerciantes gananciosos; a máscara descartável, por exemplo, em três lugares que fui era tamanha a disparidade de valores. Em  uma farmácia era 30 centavos, em outra 50 centavos e na terceira custava 1,00 realComo é que um vaso de 500 ml de álcool gel, há uma semana, custava R$9,50 e hoje custa R$29 reais – indagou.

O vereador Artur Oliveira reforçou que é preciso que se tenha o acompanhamento do PROCOM para não permitir que os munícipes estancianos sejam lesados.

“É importante que a Câmara de Vereadores saiba o seu papel no sentido de conscientizar as pessoas da necessidade de enfrentamento ao coronavírus. Esta Casa faz o seu papel quando limita a presença de visitantes às sessões, apresenta indicações, requerimentos, projetos de lei, denuncia;  a gente viu que muitas câmaras fecharam neste momento, o congresso fechou; não dá para a gente ignorar o que acontece na Itália, não queremos que aconteça no Brasil, se faz necessária  a somação de todos”, finalizou.

 

Ascom CME