Misael Dantas acusa péssimo serviço de telefonia móvel em bairros de Estância

Os reclames de muitos clientes da Operadora  VIVO têm acendido por diversos pontos da cidade de Estância. Moradores dos bairros Alecrim, Alagoas e nos entornos, são os que mais têm padecido com a problemática que se cristaliza no momento de fazer uso da telefonia celular, a ligação não se concretiza.

A situação foi exposta na sessão da Câmara Municipal através do vereador e líder do prefeito, Misael Dantas Soares (PSC) que se mostrou profundamente preocupado com o problema enfrentado pelos usuários. Misael externou que também tem sido prejudicado.

Na minha casa ou não consigo fazer ligação ou não recebo ligação. Algumas pessoas, certamente, possam achar que estamos recusando algumas ligações e não é.  Recebi uma reclamação de um cidadão dando conta que onde ele mora só consegue falar ao celular se for através do aplicativo Whatsapp. O mesmo ocorre conosco lá em casa – revelou.

De acordo com o exposto pelo vereador, desconfia-se que o problema é gerado em razão do presídio que possui bloqueador de sinal de celular. E a dimensão desse bloqueio está chegando às residências de moradores dos bairros Alagoas e Alecrim, por  estar  mais próximos.

Hoje pela manhã eu tive uma reunião com o doutor Aroldo Sávio Guimarães, defensor público aqui na Comarca de Estância, tivemos uma conversa sobre esse assunto, se necessário, irá tomar providências mais profundas e judiciais para que esse problema acabe. Não podemos ter uma cidade que cresce em todos os seus quadrantes e as pessoas ficarem impedidas de se comunicar por força de uma situação que deve ser solucionada pelos entes envolvidos, presídio e operadora.

O vereador Sérgio Larissa (PSD) pediu aparte para rebater a exposição do vereador Misael Dantas.

Esse problema já vem há muito tempo. Antes mesmo de o presídio ser instalado no município. Várias pessoas que circulam próximo ao presidio usam a telefonia celular sem problema. Então, não é motivado pelo bloqueador de celular do presidio. Aquela parte ali do Batalhão não pega celular e nem internet.  É um problema antigo da torre da VIVO – rebateu Larissa.

Por fim estampou Misael:

– Nós não queremos saber da procedência do problema. Informamos antecipadamente que iremos tomar providência, a Câmara de Vereadores juntamente com a Defensoria Pública irão em busca da solução. As pessoas têm nos procurado, acionando cada vereador, as reclamações são pertinentes, nós devemos buscar parcerias e tomar as devidas providencias para por fim ao problema – arrematou.

 

Ascom CME